top of page

JOVEM É CONDENADO A 12 ANOS DE PRISÃO PELO ASSASSINATO DE HOMEM APEDREJADO EM MARIALVA



Jackson Gomes da Silva, de 21 anos, foi condenado a 12 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado, pelo Tribunal do Júri, nesta quarta-feira, 2, em Marialva. Os jurados entenderam que ele foi um dos autores do assassinato de Adriano Luiz Vieira, de 35 anos, em junho de 2020.


Câmeras de segurança registraram o crime bárbaro durante a madrugada. Adriano é perseguido no centro da cidade por vários homens, e recebe chutes, socos, além de pedradas. Ele fica agonizando pela rua, é atendido e levado em estado grave para o hospital, com traumatismo craniano. No dia seguinte, Adriano morreu.


O Ministério Público apontou três assassinos: um morador de rua que ainda não foi localizado, um adolescente de 17 anos, que já foi julgado pela Vara da Infância e Juventude e Jackson, que já estava preso e tinha cumprido 1 ano e 6 meses de detenção.


A família de Adriano compareceu em peso no julgamento e saiu do plenário emocionada. “Eu esperei muito por esse dia, não dormi por várias noites, eu perdi meu filho querido em um crime brutal, ele não merecia isso, vou embora com sentimento de Justiça, mas acho que foi pouco 12 anos para o homem que matou meu filho”, afirmou a mãe de Adriano, Maria Vieira.


A defesa deve recorrer da decisão.


🚨🚔🚑🚁🚒🚨

NOTÍCIAS DE Ⓜ️ARIALVA!

🤳🏻Plantão 24 horas pelo WhatsApp

📱(44) 9 9734-7144

Comments


bottom of page