top of page

MARIALVENSE DE 35 ANOS DORME E ACORDA TETRAPLÉGICA



A marialvense Hercília Patrícia de Castro, 35 anos, vive um drama extremamente complexo.


Há 3 meses, após um dia normal de trabalho, Patrícia dormiu e acordou tetraplégica. Uma síndrome ainda sem identificação a acometeu. Do pescoço para baixo, Patrícia não possui mais nenhum movimento.


Patrícia e o esposo Fábio são proprietários do pet shop “Armazém dos Bichos”, instalado próximo ao Cemitério de Marialva. Há pouco tempo, inauguraram um hotelzinho para animais. Eles se casaram em 2019 em cerimônia na Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima e tem 2 filhas: uma de 3 e outra de 17 anos.


Patrícia passou por consultas especializadas, realizou inúmeros exames, mas todos foram insuficientes para que os médicos oficializassem um diagnóstico seguro. Todos os recursos do SUS - Sistema Único de Saúde foram tentados.


Alguns exames foram custeados pela família, porém despesas cresceram muito. Com renda limitada e muitos gastos, estão, neste momento, enfrentando dificuldades financeiras.


Patrícia encontra-se em casa e necessita de cuidados especiais, inclusive o uso de fraldas.


Na última quinta-feira, 13 de maio, Patricia esteve num hospital em Curitiba, mas foi realizada apenas uma consulta, sem exames específicos ou avaliação detalhada.

Quem puder ajudar a marialvense Patrícia, há diversas opções:


✅Ajuda financeira: chave pix para o CNPJ 17 200.483/0001-70 (em nome de Armazém dos Bichos);

✅Fralda descartável tamanho G;

✅Medicamento para prevenção de assaduras: óleo de girassol (Dersani)

✅Alimentos sem glúten e sem lactose.


As doações podem ser entregues na Farmácia Nova (dos irmãos Meloni) em frente a Rodoviária, que está encaminhando os donativos à Patrícia.


INVESTIGAÇÃO MÉDICA


Um encaminhamento médico do Hospital Universitário Regional de Maringá apresentou o seguinte relato:


“Paciente internada neste serviço devido quadro de mielite aguda e neurite óptica, com tetraplegia flácida.


Evolução clínica hospitalar: sintomas clínicos sugestivos de episódio de mielite aguda transversa em transição de tronco e medula cervical. Sem sinais visíveis em exames de imagem. Líquor normal. Realizada pulsoterapia com metilprednisolona, após cerca de 3 semanas de instalação, sem resposta clínica. Evento clínico sugestivo de surto imunomediado. Ao associar história de sequela de provável neurite óptica à direita, considero diagnóstico provável de neuromielite óptica, sem critérios para definição. Eletrineuromiografia de 4 membros normais. Indicação de complementação de líquor com dosagem de bandas oligoclonais e coleta de antiaquaporina, indisponíveis no hospital.


Necessita de seguimento com neurologia/fisioterapia/fonoterapia/nutrição.


Necessita de encaminhamento para serviço de neurologia de alta complexidade para prosseguir investigação - fornecido encaminhamento para TFD.


CID: C82.5 H 46.0.”


O Notícias de Marialva acompanha o caso.



🚨🚔🚑🚁🚒🚨

NOTÍCIAS DE Ⓜ️ARIALVA!

🤳🏻Plantão 24 horas pelo WhatsApp

📱(44) 9 9734-7144

Commentaires


bottom of page