top of page

NESTA QUARTA (10), ACONTECE O JÚRI POPULAR DO HOMEM QUE ESFAQUEOU A MULHER GRÁVIDA E ABANDONOU



Foi em 2019. Ela foi abandonada na Estrada Santa Fé para morrer. Estava grávida e foi esfaqueada.


O crime foi chocante. Uma jovem assasinada a facadas pelo ex-companheiro. Emily da Silva Martins, em 2019 com apenas 19 anos, e grávida de 4 meses. Ela e a criança que gerava, morreram com o ataque do acusado. Davi Henrique Caldeira Brandt, na época com 24 anos, confessou em depoimento que matou a mulher.


Emily, antes de morrer, contou aos policiais o que tinha acontecido. O depoimento dela no hospital foi gravado.


O casal estava separado há um mês. E Davi convidou a jovem para uma conversa dentro do carro, na Estrada Santa Fé, em Marialva. Local próximo ao sítio onde ele morava. Em determinado momento ele parou o automóvel e tentou abusar sexualmente dela, que reagiu, evitando assim o estupro. Mas ela não conseguiu evitar os golpes de faca que foram dados pelas costas, levando ela à morte.


O então suspeito fugiu, mas logo depois se apresentou com advogado e contou sua versão para o caso.


O homem será julgado nessa quarta-feira, 09 de novembro. O advogado Israel Bastista de Moura trabalhará como advogado de acusação. Ele qualifica o caso como um dos mais chocantes que já conheceu, apesar da larga experiência na área.


O Notícias de Marialva acompanhará o julgamento.


Com informações da RIC TV Record.


🚨🚔🚑🚁🚒🚨

NOTÍCIAS DE Ⓜ️ARIALVA!

🤳🏻Plantão 24 horas pelo WhatsApp

📱(44) 9 9734-7144

Comments


bottom of page